Igreja do Imaculado Coração de Maria – São Paulo – SP

A história desse templo começou quando a antiga igreja do Colégio Jesuítico, marco da fundação de São Paulo, foi demolida pelo governo do Estado, em fins do século XIX. Naquela época, após uma forte chuva, parte daquela vetusta construção sofreu um desmoronamento, e as autoridades, ao invés de reformarem-na, preferiram fazer sua demolição, mediante uma indenização à cúria paulistana.

O bispo aceitou a proposta, mas no fundo parece que não se conformou. O historiador Leonardo Arroyo assim conta:

“Parece que o bispo de então, Dom Joaquim Arcoverde, não ficou satisfeito com o acordo. Algo lá dentro dele o trazia descontente, talvez um sentimento de culpa por não ter batido os pés firmemente e recusado atender aos interesses do governo, que também podem não ser do povo, e com essa atitude ter resguardado os velhos muros do Colégio que, durante tantos anos, abrigou os jesuítas herdeiros das responsabilidades dos fundadores de São Paulo. Sim, houve alguma coisa, porque o então bispo de São Paulo resolveu, alguns anos mais tarde, fundar a Igreja do Imaculado Coração de Maria, em ‘substituição’ da primitiva igreja do colégio, demolida em 1896”. (Arroyo, Leonardo. Igrejas de São Paulo. São Paulo: Livraria José Olympio Editora, 1954, p.291)

Na mesma época, haviam chegado a São Paulo os primeiros padres de uma ordem fundada na Espanha por Santo Antônio Maria Claret – eram os Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria, também conhecidos como claretianos. Eles estavam construindo sua casa-mãe em um terreno na região da Vila Buarque, que na época era um bairro feito de chácaras em loteamento (São Paulo possuía apenas 50 mil habitantes).

Foi decidido então que a nova igreja seria feita junto à casa-mãe dos claretianos, que, por sua vez, teriam-na sob sua custódia. Desde então, o futuro templo passou a ter como orago o Imaculado Coração de Maria – uma devoção que anos depois se tornaria muito difundida no mundo, graças às aparições de Fátima. Vale lembrar também que, coincidência ou não, a cerca de dois quilômetros dali havia sido edificada a igreja do Sagrado Coração de Jesus – assim, a capital paulista passou a ter dois templos edificados em honra aos Corações de Jesus e Maria.

Embora a indenização do governo tenha contribuído para uma parte considerável das obras, a construção também recebeu doações de muitas pessoas, a começar pelo próprio terreno, que foi cedido por José Nogueira Jaguaribe (que inclusive deu nome à atual rua onde o templo se encontra). Muitas outras pessoas também colaboraram, inclusive da alta sociedade paulistana, destacando-se a Marquesa de Itu, a Baronesa de Tatuí, Dona Veridiana Prado e o desembargador Aureliano Coutinho.

A construção foi rápida: com a colocação da pedra fundamental em 1897, a igreja já era aberta ao público em 1899.

Gaensly_44_GR

IMG_9544

IMG_9548

 

IMG_9557

IMG_9953

O estilo da construção é o neo-renascentista, e a igreja tem forma de cruz latina, com duas galerias paralelas à nave central, as quais são ornadas com seis capelas laterais. Os altares são feitos em mármore italiano, e a decoração da igreja é constituída por numerosas pinturas, realizadas por artistas italianos.

IMG_9919

igreja imaculado coração são paulo

IMG_9934

IMG_9946

sagrada família igreja imaculado coração sp

Acima, o altar da Sagrada Família, e abaixo, altar de Nossa Senhora do Rosário, ornado de medalhões com alto-relevos dos mistérios Gozosos, Dolorosos e Gloriosos.

nossa senhora do rosário

igreja imaculado coração de maria

O órgão possui 1170 tubos, foi fabricado na França e trazido para o Brasil em 1906

quebra-vento imaculado coração de maria

Quebra-vento da porta principal, primorosamente talhado em madeira.

IMG_9958

doutrina católica

“Doutrina: Ide e ensinai a todos os povos”

IMG_9964

Acima, ilustrações sobre a virtude da Obediência e da Esperança. Na primeira, a frase de Cristo “Seja feita a vossa vontade“, e na segunda “Nem só de pão vive o homem“. Abaixo, altar em honra a São José.

IMG_9970

capela do santíssimo

Acima, capela do Santíssimo Sacramento. Na parede, uma pintura da Multiplicação dos Pães, e, no alto, alto círculos com trechos do hino gregorianoAdoro te Devote“, composto por São Tomás de Aquino. A parte visível mostra a estrofe “Adoro te devote, latens Déitas, quae sub his figuris vere latitas, que significa “Devotamente vos adoro, ó Divindade escondida, velada realmente nestas figuras [do pão e do vinho]”. 

lírio entre espinhos

A igreja é repleta de citações que fazem referência a Nossa Senhora. Acima, o elogio bíblico “assim como um lírio entre os espinhos’.

IMG_9975

Na devoção católica, a representação do coração não se refere somente ao órgão biológico, e sim à ‘totalidade’ da pessoa. As Escrituras falam do coração quando desejam expressar o lugar mais íntimo do ser humano, onde residem seus sentimentos, suas esperanças e seus desejos, e também sua memória, vontade e a inteligência.

Ao finalizar seu estudo sobre essa igreja, Arroyo assim se expressa:

A igreja do Imaculado Coração de Maria é o Refúgio dos Pecadores, conforme se lê no alto da entrada do templo, em letras firmes e contundentes. Um comovedor convite para todos nós que não somos puros. Mas ai do templo se todos tivessem consciência disso. Não bastariam seus altos muros para tão grande número dos necessitados de refúgio!” (op. cit. p.293)

IMG_9980

IMG_9924 (2)

_____________

REFERÊNCIAS:

– Arroyo, Leonardo. Igrejas de São Paulo. São Paulo: Livraria José Olympio Editora, 1954

Arquidiocese de São Paulo

Missionários Claretianos

 

 

Um comentário sobre “Igreja do Imaculado Coração de Maria – São Paulo – SP

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s