Igreja do Santíssimo Sacramento e Santa Teresinha – Porto Alegre, Rio Grande do Sul

No Brasil, a Ordem Carmelita esteve presente desde os primeiros anos de povoação – mais precisamente, desde 1580. São conhecidos os conventos do Nordeste, dos quais, durante cerca de dois séculos, foi irradiada a espiritualidade do Carmelo para as demais regiões do país. Quanto à região sul, os primeiros frades lá chegaram quando o rei D. João V começou a promover o povoamento dos pampas, em meados do século XVIII – inclusive o primeiro capelão de Porto Alegre era um carmelita.

No século XIX, após a independência do Brasil, os carmelitas portugueses não aceitaram a nova condição política do Brasil, e muitos deles foram deportados. E pouco depois, o governo extinguiria a ramificação dos ‘carmelitas descalços‘ – aqueles que seguiam a reforma implantada por Santa Teresa de Ávila. Com isso, houve um período de estagnação, que também coincidiu com outras perseguições religiosas, fazendo com que a ordem fosse praticamente extinta no território nacional. Entretanto, décadas mais tarde, houve um renascimento conduzido por diferentes ramos europeus da ordem, formados principalmente pelas províncias carmelitas de Navarra e Burgos (Espanha); e pelas de Roma e Toscana (Itália).

Assim, novos Carmelitas Descalços voltaram ao Brasil. Boa parte deles veio de Montevidéu – onde os frades eram subordinados à província espanhola – para se instalar no Rio Grande do Sul.

Nos primeiros anos ficaram sem um estabelecimento definitivo, e foi somente em 1917 que obtiveram o atual terreno, em frente ao Parque Farroupilha.

Uma vez instituído o convento, passou-se a empenhar pela construção da igreja, que teve sua pedra fundamental depositada por Dom João Becker, em janeiro de 1924, um ano antes da canonização de Santa Teresinha de Lisieux (Teresinha do Menino Jesus).

O projeto ficou a cargo de um integrante da ordem, o espanhol Frei Cyríaco de São José, que a desenhou com grande fidelidade às regras do estilo gótico, e mais precisamente conforme a variante presente na região de Burgos – cidade essa que detém uma notável catedral que talvez tenha servido de inspiração para a igreja gaúcha (veja-se, por exemplo, o estilo da Capela do Condestável, na mencionada catedral).

A igreja porto-alegrense foi uma das primeiras no mundo erguidas em honra a Santa Teresinha do Menino Jesus.

Por todo a igreja, tanto do lado externo como interno, há detalhes decorativos plantas e animais, e até mesmo pequenas ‘gárgulas‘. As imagens, Via Sacra e altares laterais também foram feitos seguindo o mesmo estilo da igreja.

Quanto aos vitrais, a maioria deles foi feita pela antiga Casa Genta, de Porto Alegre – o vitral maior, situado na fachada, e que representa Santa Teresinha, foi confeccionado na Espanha pela Sociedad Maumejean Hermanos.

No ano de 1970 a igreja passou a sediar uma paróquia, e recebeu como patrono o Santíssimo Sacramento – a partir dessa época, o templo passou a ser conhecido como igreja do “Santíssimo Sacramento e Santa Teresinha“.

IMG_2490

IMG_2350

Abaixo: nos tímpanos dos portais há relevos de autoria de Bartolomeu Llul, representando cenas da vida de Santa Terezinha…

IMG_2347

… e também símbolos e demais santos da Ordem Carmelita.

IMG_2488

IMG_2485

Acima, São Simão Stock recebe o escapulário das mãos de Maria

IMG_2437

Nave central

Sobre o altar-mor, há um conjunto de imagens dos principais santos da ordem do Carmelo – São João da Cruz, Santa Teresa de Ávila, São Simão Stock e Santa Teresinha do Menino Jesus. No centro, a imagem de Nossa Senhora do Carmo derramando rosas, juntamente com Santa Teresinha.

IMG_2375

Abaixo, o brasão da Ordem do Carmo.

IMG_2366IMG_2462

IMG_2454

Púlpito em madeira

IMG_2381

Em uma das portas laterais, Maria e o menino Jesus retiram almas do Purgatório.

IMG_2459

Acima, o altar de pedra com uma imagem da padroeira. Abaixo, confessionários de madeira com rendilhado gótico.

IMG_2444

IMG_2410

IMG_2415

IMG_2468

_________________________

REFERÊNCIAS

 

 

 

 

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s