Igreja da Ordem Terceira de São Francisco da Penitência – São Paulo – SP

 

A história dessa igreja começa entre 1642 e 1647, quando os frades franciscanos construíram um convento na área atualmente conhecida como Largo de São Francisco. A Ordem Terceira de São Francisco (de irmãos leigos), por sua vez, já existia em São Paulo desde 1641, e os confrades logo promoveram a construção de uma capela própria, anexa à igreja conventual. Essa primeira capela foi terminada em 1736.

 

Em 1783, os frades do convento doaram aos terceiros o terreno que circundava a capela da Ordem Terceira, que foi ampliada, passando a ser uma igreja independente. Na nova configuração, a antiga capela continuou existindo, mas na forma de transepto, sendo atravessada por uma nova e ampla nave que constituiu uma igreja nova, com entrada independente, e que ficou pronta em 1787. Parte da planta da nova igreja é atribuída a Frei Galvão, que talvez tenha colaborado para que houvesse uma composição octogonal da nave entre os altares.

A Ordem Terceira de São Francisco era então extremamente representativa, pois dela faziam parte vários personagens ilustres da época. Dentre estes, destacam-se o padre Diogo Feijó, o Brigadeiro Luis Antônio, Antônio da Silva Prado (Barão de Iguape), e o militar Rafael Tobias de Aguiar, patrono da ROTA – este último encontra-se sepultado nesta igreja.

A igreja da Ordem Terceira também é conhecida pelo nome de ‘Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco’.

IMG_9937

IMG_9902

Os altares laterais são dedicados a santos que pertenceram à Ordem Terceira franciscana, como Santo Ivo doutor (padroeiro dos advogados) e Santa Isabel de Portugal. Há também diversos quadros oitocentistas decorando o interior do templo.

IMG_9871

A região do transepto possui uma cúpula octogonal, decorada com pinturas do século XVIII e aberturas para a entrada de  luz. 

IMG_9893

Abaixo, o altar de São Miguel, um dos mais antigos da igreja, fecha o arco que anteriormente ligava a capela com a igreja conventual.

IMG_9879

No altar-mor, realizado em estilo rococó por José de Oliveira Fernandes em 1791, encontra-se uma imagem de São Francisco recebendo as chagas no Monte Alverne.  Ademais, o interior dessa igreja possui diversas pinturas de autoria de José Patrício da Silva Manso – dentre elas, destacam-se a da nave central, na qual São Francisco entrega sua regra ao irmãos terceiros, e a da capela-mor, representando São Francisco subindo aos céus num carro de fogo.

IMG_9875

Abaixo, o retábulo dedicado a Nossa Senhora da Conceição, que se localiza no transepto, e que era o altar principal da primeira capela. Foi realizado entre 1736 e 1740 pelo entalhador Luís Rodrigues Lisboa.

IMG_9873

IMG_9886

 

 

REFERÊNCIAS:

– Arroyo, Leonardo. Igrejas de São Paulo. São Paulo: Livraria José Olympio Editora, 1954

Ordem Terceira de São Francisco da Penitência em São Paulo

– Tirapelli, Percival. Igrejas paulistas: Barroco e Rococó. São Paulo: Editora Imprensa Oficial, 2004

 

 

 

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s