Igreja do Santíssimo Sacramento (1816) – Rio de Janeiro – RJ

A Irmandade do Santíssimo Sacramento é a mais antiga do Rio de Janeiro, com sua origem remontando ao século XVI (por volta de 1569). Inicialmente ficava instalada na igreja de São Sebastião, no Morro do Castelo (que desapareceu com a reformulação do centro da cidade). No século XVIII (1734), essa irmandade se deslocou para a igreja de São José, onde ficou por alguns anos exercendo suas atividades.

Em diversas cidades brasileiras, a Irmandade do Santíssimo ficou conhecida por ter sido a principal protagonista na construção de belas igrejas matrizes, sobretudo durante o período barroco. No caso do Rio de Janeiro, no início do século XIX essa instituição começou a buscar meios para construir sua própria igreja, até que conseguiram adquirir um terreno situado onde hoje é a Rua dos Passos. Conseguiram então autorização do governo para realizar loterias (uma versão oficial das ‘rifas’ atuais), com o intuito de obter meios financeiros para erguer o templo.

Iniciou-se então a construção desta que é uma das mais belas igrejas cariocas, feita numa transição do estilo barroco rococó para o neoclássico, com duas torres pontiagudas, cujas pirâmides são revestidas de mármore (projeto do engenheiro Francisco Joaquim Bethencourt). Há no total seis sinos nos campanários.

O interior da igreja é totalmente revestido de talha, e possui um pé direito elevado, o que traz ideia de desprendimento e impulsão para o alto.

A sagração do templo se deu em 1859.

Igreja do Ssmo. Sacramento e Cristo Redentor

IMG_0649

IMG_0651

Frontão da igreja, contendo a cruz, o símbolo do Cordeiro (Apocalipse cap. 5) sobre o livro de sete selos (dentro do triângulo azul), e as três virtudes teologais: a Esperança (esquerda), a Fé (centro), e a Caridade (direita)

Frontão da igreja, contendo a cruz, o símbolo do Cordeiro sobre o livro de sete selos (dentro do triângulo azul), e as três virtudes teologais: a Esperança (esquerda), a Fé (centro), e a Caridade (direita)

Interior da igreja

Interior da igreja

Coro

Coro

Altar-mor, com o sacrário, uma imagem de São José, e, no alto, uma representação da Santa Ceia

Altar-mor, vendo-se o sacrário, uma imagem de São José, e, no alto, uma representação da Santa Ceia

Coroamento do baldaquino do altar-mor. Nele pode-se ver imagens dos quatro evangelistas, e no alto uma figura feminina representando a Igreja Católica.

Coroamento do baldaquino do altar-mor. Nele pode-se ver imagens dos quatro evangelistas, e no alto uma figura feminina que simboliza a Igreja Católica.

IMG_0639

A talha da igreja é de autoria de Antônio de Pádua Castro

"Tu és digno de receber o livro e de abrir-lhe os selos, porque foste imolado e resgataste para Deus, ao preço de teu sangue, homens de toda tribo, língua, povo e raça" (Ap 5, 9). O Cordeiro, símbolo de Jesus Cristo, sobre o livro de sete selos. Trata-se de um simbolismo expresso no capítulo 5 do livro do Apocalipse

“Tu és digno de receber o livro e de abrir-lhe os selos, porque foste imolado, e resgataste para Deus, ao preço de teu sangue, homens de toda tribo, língua, povo e raça” (Apocalipse 5, 9). O Cordeiro, símbolo de Jesus Cristo, sobre o livro de sete selos.

Capela do Santíssimo

Capela de Nossa Senhora da Piedade e do Santíssimo

Figura do pelicano. Na Antiguidade acreditava-se que este animal, quando não conseguia obter comida para os filhotes, tirava de sua própria carne para alimentá-los. Tal simbologia ficou aplicada a Cristo, que alimenta os cristãos com a Eucaristia.

Na Antiguidade acreditava-se que o pelicano, quando não conseguia obter comida para os filhotes, tirava de sua própria carne para alimentá-los. Tal simbologia foi posteriormente aplicada a Cristo, que alimenta os cristãos com a Eucaristia.

______________________________________________________________

REFERÊNCIAS:

– CARVALHO, Benjamin de, Igrejas Barrocas do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira S.A., 1966

– Dornelles Facó, Anne (coord.), Guia das Igrejas Históricas da Cidade do Rio de Janeiro, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Especial de Projetos Especiais, 1997

 

 

Um comentário sobre “Igreja do Santíssimo Sacramento (1816) – Rio de Janeiro – RJ

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s